Os hidratos de carbono “bom” versus carboidratos “do mal”? O que é o índice glicêmico? Mas glicêmico prisão?

Tempo de leitura: 8 minutos

Nos últimos anos, têm aparecido muitos tipos de dietas, livros e estudos que fizeram referência para a quantidade de carboidratos que consumimos no dia a dia. Opiniões variaram tanto quanto possível sobre este assunto. Alguns promovido hidratos de carbono como uma fonte saudável de energia, outros difamar. Mas o que é a verdade? São os carboidratos bom ou ruim? A resposta é simples: eles são maus e bons.
Os hidratos de carbono são encontrados em quase qualquer tipo de alimento, que é principalmente de origem vegetal, com excepção de produtos lácteos, devido a lactose conteúdo (bolos, pão, cereais, sementes e nozes, legumes e frutas, doces e a lista poderia continuar e muito bem). Eles são a principal fonte de energia para todas as funções do corpo humano e fornece calorias em uma forma extremamente rápida, sendo formado apenas de átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio.
A sua classificação é a seguinte:

Os monossacarídeos, formado a partir de uma única molécula, podem ser assimilados de uma forma direta e rápida, as mais comuns são a glicose e a frutose – são encontrados em todas as frutas e no mel.
Os dissacarídeos, formados a partir de duas moléculas. Exemplo: sacarose de beterraba, banana, abacaxi, maltose em malte de cevada e de lactose no leite de todos os mamíferos
Polissacarídeos consistem de vários monossacarídeos, são de três tipos: de amidos, celulose, amido (porque o corpo humano só pode usar substâncias em sua forma mais simples, todo o complexo de açúcares: di e polissacarídeos, deve primeiro ser divididos em monossacarídeos.

Os hidratos de carbono são encontrados quase que exclusivamente em produtos de origem vegetal: cereais, frutas, vegetais, bem como a infinidade de produtos derivados, incluindo pães, massas, bolos, etc. No entanto, os hidratos de carbono dos alimentos refinados não ajudar a sua saúde, mesmo se eles vêm de um vegetal.
O índice glicêmico
O índice glicêmico (IG) é um sistema de medição de hidratos de carbono, em uma escala de 0 a 100, dependendo da velocidade com que um determinado tipo de hidratos de carbono no sangue. Os alimentos que têm um alto índice glicêmico são rapidamente digeridos e absorvidos para o sangue. Na maioria das vezes, é recomendável evitar alimentos que têm alto índice glicêmico, pois eles causam ganho de peso e outros efeitos negativos. Mas isso é verdade? Para realmente ver o efeito de um alimento sobre o corpo, você não tem que estudar o índice glicêmico, mas sim o índice glicêmico de prisão.
Índice glicêmico prisão
O índice Glicêmico de um alimento é, sem dúvida, uma parte importante da informação, mas, muitas vezes, pode ser muito confuso. Vamos tomar o caso da melancia. Ele está situado na cabeça da tabela de índice glicêmico, ter um índice glicêmico de 72. Mas é melancia realmente tão prejudiciais e colocar muito estresse sobre o corpo quando ele é consumido?
Na verdade, devemos levar em conta ao mesmo tempo e a quantidade real de hidratos de carbono que contém a porção consumida do respectivo alimento, e que diferem de um alimento para outro.
Por exemplo, a quantidade de carboidratos na parte da gem que consumimos no café da manhã não é igual à quantidade de hidratos de carbono contidos em uma fatia de melancia. Para determinar o modo de carga glicêmica (IncG) de um alimento, você precisa realizar o seguinte cálculo :
índice glicêmico prisão = índice glicêmico x quantidade de carboidratos na porção do alimento / 100.
A real quantidade de hidratos de carbono nos alimentos consumidos é dado pelo conteúdo em hidratos de carbono em 100g de alimento, respectivamente, indicado na coluna “valor nutricional médio por 100g” no rótulo do último, o qual deve então ser multiplicado em proporção à quantidade consumida do alimento analisado.

AlimentIndex glicemicCon?inutul de hidratos de carbono
(% por peso) glicêmico prisão

Pão alb?95 (alta)5048.0

Banane52 (pequeno) – que 55,3 ± 7 (pequeno)de 2010 – 11 ± 1.4

Varz?10 (pequeno)5.80.58

EBOOK GRATUITO 

10 Sucos Detox Exterminadores de Gordura

Insira o seu endereço de e-mail abaixo e receba o EBOOK GRATUITO dos 10 Sucos Exterminadores de Gordura.


Fique tranquilo, assim como você, também odiamos spam.

Morcovi47 (pequeno)7.53.5

Tortillas de farinha porumb52 (pequeno)4825.0

Cartofi50 (pequeno) – de 98,7 ± 24.5 (grande)18.69.3 – 18.3 ± 4.5

Orez64 ± 9 (médio) – 77 ± 10.5 (grande) – 83 ± 13 (alta) – 93 ± 11 (grande)77.5 – 79.9 – 79.649.6 ± 6.9 – 60.8 ± 8.2 – 66.3 ± 10.3 – 74 ± 8.7

Melancia verde72 (alta)53.6
Glicose e frutose
O cérebro usa como fonte de energia a glicose, um simples hidratos de carbono, justificando-se uma percentagem de 15% do nosso metabolismo, embora, o que representa apenas 2% da massa do nosso corpo. O corpo tende a conservar os hidratos de carbono, em particular, para a função do cérebro e gorduras, para outras funções, por privar o corpo de glicose e uma de frutose. Os carboidratos mais simples e mais ricos em energia são obtidas a partir de frutos, sementes e legumes, ele é forçado a usar as gorduras e proteínas para obter a energia necessária.
Os neurônios precisam de se alimentar, em particular com a frutose, que é absorvido facilmente pela membrana celular através do processo de difusão. O principal combustível do nosso organismo é a glicose, que pode ser facilmente alcançado em cada célula somente na presença de insulina, produzido pelo pâncreas. Quando a glicose no sangue aumenta, a capacidade dos rins em reter os açúcares parar com isso, eles estão passando diretamente na urina. Assim, chega-se a um excesso de urina, o início da fadiga, fome excessiva.
Os hidratos de carbono em alimentos refinados
Existem dois tipos de carboidratos disponíveis: o refinado e complexo. O refinado são, na verdade, amidos e açúcares obtidos a partir de plantas por remoção mecânica das camadas exteriores, que contêm a maioria das vitaminas, minerais, proteínas e fibras do mesmo. Estes alimentos têm um valor nutricional muito baixo. Assim, o consumo de açúcar e farinha branca, macarrão refinado, flocos de cereais adoçar, doces, refrigerantes ricos em açúcar devem ser evitados tanto quanto possível.
Alimentos ricos em hidratos de carbono complexos, como frutas e vegetais frescos, não processados, e os grãos integrais são excelentes fontes de energia para apoiar a saúde do corpo. Em contraste, a combinação do branco açúcar e arroz branco é extremamente prejudicial. Devido à remoção do complexo de vitaminas do arroz, os hidratos de carbono queimado através do processo de refinação de açúcar faz com que o desequilíbrio e aumentar o consumo de vitaminas no sistema.
1. Pão branco
A grande maioria das pessoas que consomem pão branco, um alimento saboroso, com boa aparência, com muitas calorias, mas com um valor nutricional muito próximo de zero, por causa da farinha de são removidos praticamente todas as fibras alimentares, vitaminas e minerais essenciais. Além disso, quando a qualidade do trigo não é a melhor, adicionar melhorias, e para branqueamento e acelerar a maturação de farinha é utilizada, dióxido de cloro, o tricloreto de nitrogênio, e o peróxido de benzoíla, que pode causar alguns distúrbios do sistema nervoso, promovendo a obesidade e o aumento do nível de toxinas no corpo. A deficiência de vitaminas leva a um enfraquecimento do sistema imunológico e desequilíbrios hormonais.
2. Açúcar
O açúcar branco é um dissacarídeo, mas um produto refinado, despojado de minerais e vitaminas que são encontradas naturalmente na beterraba e de cana. O que impede o organismo, inibindo os delicados processos químicos que ocorrem nas células. Aqui estão alguns efeitos de enfraquecer o sistema esquelético, usando o cálcio no organismo durante o metabolismo – produzir cáries dentárias, aumentando a acidez da cavidade oral, produz deficiência de vitaminas.
3. Adoçantes artificiais
Edulcorantes artificiais: E950 (acessulfame-K) link E951 (aspartame) link E961 (neotame) link E954 (sacarina) link E955 (sucralose) de acordo com este estudo, E420 (sorbitol) estudo – a idéia de adoçantes com 0 calorias como ele é bom demais para ser verdade. Todos os adoçantes contém 0 calorias são altamente processados e derivados químicos. Eles podem ter efeitos devastadores sobre o sistema digestivo, aumentando a vontade de consumir açúcar, ter efeitos laxantes e potencialmente cancerígenos (link para um estudo a partir de 22 anos atrás, vinculando o consumo de aspartame para leucemia).
Adoçante é prejudicial para a saúde: xarope de milho rico em frutose é um adoçante que é encontrado em alimentos processados, como pão, doces, iogurtes, molhos para saladas e vegetais enlatados. Este adoçante é tóxico para o fígado, e o consumo excessivo contribui para o aparecimento de resistência à insulina, aumentando o risco de desenvolvimento de diabetes e doença cardiovascular.
Mais sobre adoçantes artificiais, convido-o a ler o meu post sobre aditivos alimentares no mundo.

EBOOK GRATUITO 

10 Sucos Detox Exterminadores de Gordura

Insira o seu endereço de e-mail abaixo e receba o EBOOK GRATUITO dos 10 Sucos Exterminadores de Gordura.


Fique tranquilo, assim como você, também odiamos spam.